Compartilhar.

Existem muitas espécies de aves de estimação, que vão desde o pequeno periquito à grande arara-azul. Cada ave tem requisitos de alojamento diferentes quando se trata do tamanho adequado da gaiola e do tipo de gaiola. Portanto, abaixo estão algumas diretrizes a serem consideradas ao selecionar uma nova casa para seu pássaro.

Conheça seu pássaro

Ao comprar uma gaiola, especialmente uma gaiola maior, certifique-se de que o espaçamento das grades seja apropriado para seu pássaro. Uma gaiola para um papagaio maior que tem espaçamento de grade larga não é adequada para um pequeno passarinho, por exemplo. Portanto, é necessário conhecer o seu pássaro.

Se o seu pássaro gosta de usar os bicos para escalar, uma gaiola maior com grades mais largas vai ser segura. Quais são os principais hábitos do seu pássaro? Ele gosta de voar? Talvez uma gaiola retangular seja a melhor escolha.

Lembre-se de escolher a gaiola principalmente se baseando no tamanho do seu pássaro, visando sempre uma gaiola que suporte, no mínimo, 4x o tamanho do seu pássaro juntamente com todos os itens que vão dentro ela (bebedouro, suporte para semente e qualquer outra coisa extra que você desejar inserir).

Muito cuidado para não superlotar a sua gaiola. Evite colocar dois pássaros na mesma gaiola ou colocar sua gaiola em lugares pouco arejados, sem luz e muito quentes.

Gaiolas para calopsita

As calopsitas são pássaros adoráveis. Portanto, é importante manter esses passarinhos confortáveis em suas gaiolas. Então, qual é a melhor gaiola para uma calopsita?

Ao escolher uma gaiola para calopsita, certifique-se de que o tamanho da gaiola seja grande o suficiente para que ela seja capaz de se esticar completamente, além de ser capaz de portar poleiros, bebedouros e diversos brinquedos que possam mantê-las ocupadas.

Confira abaixo algumas gaiolas para calopsita a venda em lojas virtuais:


Gaiola Mônaco para Calopsita Triplex

no Petz por: R$ 199,99

Viveiro Bragança Caçulinha Branco para Calopsita

na Petlove por: RR$ 469,90


Uma dica matadora ao escolher a gaiola para uma calopsita é se certificar de que a calopsita consiga se movimentar livremente na gaiola sem que as asas ou o rabo encoste nas grades. A gaiola deve ser pensada para pequenos voos também, visto que este é um pássaro extremamente ativo.

Para as calopsitas, é obrigatório que a gaiola seja feita de arame galvanizado.

Gaiolas para trinca-ferro

Ao escolher uma gaiola para o trinca-ferro, é extremamente importante visar, em primeiro lugar, o tamanho e a flexibilidade que a gaiola dá para realizar a higienização da mesma. Isto é, a gaiola precisa ter fundo removível, bebedouros externos e outras muitas compatibilidades que permitirão que a limpeza desta gaiola seja mais fácil.

A primeira coisa que você precisa saber sobre um trinca-ferro é que ele vai precisar de uma gaiola diferente em casa estágio de sua vida. As gaiolas escolhidas devem atender a todas as características desenvolvidas pelo pássaro ao longo de seu crescimento, bem como promover conforto e facilitar a higiene.

Durante a vida adulta, uma gaiola grande é ideal para o pássaro, pois permite o conforto no acasalamento. Você também pode criar este pássaro em viveiros, o que seria mais indicado.

Para um filhote, engana-se quem pensa que as gaiolas menores são as indicadas. As gaiolas maiores permitem que o trinca-ferro filhote desenvolva sua capacidade pulmonar, porque terá que voar de um poleiro ao outro para se alimentar. Isso faz com que ele passe mais tempo cantando, melhorando consideravelmente sua qualidade de vida.

Para os pássaros trinca-ferro de torneiro, é indicado gaiolas menores, porque com pouco espaço o único lazer do pássaro será o canto.

Gaiolas para curió

Os curiós podem viver me gaiolas de madeira ou arame galvanizado. No entanto, evite gaiolas triangulares ou redondas para este tipo de pássaro. O tamanho para as gaiolas de curiós devem ser de, no mínimo, 50cm de comprimento, 35 de altura e 25 de largura. No entanto, se você pretende criar o macho com a fêmea a fim de gerar filhotes, as proporções dobram.

Os filhotes de curiós deverão ser transferidos para uma gaiola voadeira, de comprimento maior. Gaiolas retangulares são indicadas, pois incentivam o voo.

Gaiolas de torneio

A escolha das gaiolas de torneio vai depender muito do pássaro. Certifique-se de ficar atento a todos os detalhes mencionados anteriormente para garantir a segurança dos pássaros, bem como sua higiene e conforto.

Viveiros

Os viveiros são mais interessantes para os pássaros do que as gaiolas, e eu nem preciso dizer o porquê, não é mesmo? Com os viveiros, é possível alocar uma ou um grupo de aves em um lugar muito mais espaçoso para o voo. Também é uma opção mais saudável para a saúde do seu pássaro, visto que ele terá mais liberdade do que tem em uma gaiola.

Os viveiros contribuem para a longevidade do seu pássaro. Você pode fazer um viveiro por conta própria ou solicitar um profissional que o faça.

Se você for fazer um viveiro por conta própria, existem algumas coisas que precisam ser consideradas. A primeira coisa é: o lugar. Seria ideal um viveiro interno, porque, diferente do que muitas pessoas pensam, um viveiro em área externa é muito mais prejudicial ao seu pássaro do que se pode imaginar.

Confira abaixo alguns viveiros a venda em lojas virtuais:

Viveiro Bragança Amazonas Malha Fina

no Petz por:   R$ 759,99

Viveiro Bragança Telhadinho Dúplex

na Petlove:   R$ 599,90

Do lado de fora, há o risco do seu pássaro tomar chuva, correntes de vento fortes e ficar suscetível a predadores. No entanto, deve-se considerar que um viveiro do lado de dentro da sua casa tenha luz e seja arejado o suficiente para permitir que o seu pássaro se sinta confortável.

Para garantir a segurança do seu pássaro dentro do viveiro, compre uma estrutura pronta. Verifique as peças soltas, o material, as grades e barras. Observe todos os detalhes mencionados no tópico anterior, porque, ainda que seja um viveiro, seu pássaro não está isento de se machucar pelos mesmos motivos que se machucaria em uma gaiola.

Providencie um bom espaço para o bebedouro e um suporte para sementes, garanta que as aves tenham brinquedos o suficiente para se divertirem, sem superlotar o local.  

Dicas

Evite gaiolas redondas sempre que possível. Como as gaiolas redondas não têm cantos, algumas aves podem se sentir inseguras. Para pássaros menores, o comprimento da gaiola é mais importante que a altura, pois isso permite que os pássaros voem. Existem muitas gaiolas no mercado que servem bem como gaiolas de voo para pássaros menores. As gaiolas com formato retangular são ideais.

O espaçamento das grades é um fator extremamente importante a considerar ao comprar seu papagaio de estimação. Espaçamento de tamanho inadequado pode representar um risco e permitir que seu animal de estimação prenda suas asas, bico, pescoço ou outra parte do corpo entre as grades. Para papagaios, grades horizontais são importantes, pois isso permite que eles usem o bico e os pés para escalar. Para aves menores, como periquitos e canários, que não usam seus bicos e pés para escalar, a orientação das grades não é tão importante.

Não economize na qualidade da gaiola por causa do preço. Encontre a gaiola de maior qualidade que você pode pagar dentro do seu orçamento. Uma gaiola de alta qualidade deve durar. Lembre-se de selecionar uma gaiola cor e design que atenda às suas necessidades estéticas, bem como lembrar que qualquer gaiola que você escolher vai se tornar uma parte da decoração da sua casa.

Selecione uma gaiola que seja fácil de manter. Você deve garantir que a bandeja seja removida facilmente, que as grades sejam fáceis de limpar e que os coletores de sementes possam ser removidos para facilitar a limpeza. Você deve comprar uma gaiola que seja revestida ou feita de aço inoxidável para evitar enferrujar.

Escolha uma gaiola que facilite a higiene do seu pássaro, porque isso evita o risco de doenças. Uma das coisas mais importantes que você pode fazer para manter seu pássaro saudável é limpar sua gaiola regularmente. Depois de elaborar um cronograma consistente, você verá que essas tarefas podem ser executadas de maneira rápida e eficiente, promovendo um ambiente saudável para seu pássaro, de acordo com a gaiola escolhida.

Vasilhas de comida e água, e brinquedos que são usados ​​diariamente (ou sujos) devem ser lavados com água quente e sabão. Lave e seque cada item cuidadosamente antes de colocá-lo de volta na gaiola.

Gaiola Bragança Triplex Básica para Papagaio

na Agroverde SR por:R$ 599,90

Geralmente, as gaiolas de pássaros maiores precisam ser limpas e desinfetadas semanalmente usando soluções seguras para pássaros. Com certas aves menores, uma rotina quinzenal ou mensal pode ser suficiente.

Ao realizar a limpeza da gaiola, remova o pássaro para um ambiente seguro, de preferência uma gaiola alternativa em outro cômodo. Além disso, remova todos os brinquedos e acessórios da gaiola, bem como os revestimentos da gaiola. Este também é um bom momento para verificar os brinquedos para ver se algum deles está desgastado ou danificado e precisa ser removido por razões de segurança.

Por fim, escolha uma gaiola segura que evite a fuga do seu pássaro. Este é o principal objetivo para qual as gaiolas foram criadas, não é mesmo? Portanto, sempre verifique os fechos e travas e garanta que eles são impossíveis de abrir até mesmo para um papagaio. Também verifique se não há nenhuma peça solta, porque há chances do seu pássaro engolir tais peças. É comum que as peças se soltem, visto que as gaiolas são completamente desmontáveis. No entanto, é necessário que você fiscalize sempre e fazer os devidos ajustes para garantir a segurança do seu pássaro.

O que achou do conteúdo?

100%
100%
Excelente
  • Conteúdo
    10
  • Pontuação do Usuário (0 Votos)
    0

O que achou da postagem? Deixe seu comentário.

Compartilhar.

Sobre o autor

O 1º Portal para criadores e apaixonados por pássaros.

Comentários estão fechados.