Compartilhar.

Bicudo (Sporophila maximiliani) é uma ave originária da América do Sul e Central, que pode ser encontrado pelo norte da Argentina ao sul do México e em regiões alagadiças nas áreas isoladas pelos estados do Sudeste e Centro-Oeste do Brasil.

É conhecida por seu canto harmonioso, similar ao som de uma flauta, e por seu grande bico resplandecente, do qual se origina o seu nome.

Características e Subespécies

Os machos possuem a plumagem inteiramente preta com uma pequena mancha branca na parte externa das asas, apresentam em média o tamanho de 15 cm e são maiores que as fêmeas.

As fêmeas, assim como os filhotes, possuem a plumagem parda em tons castanhos e mais escuros no dorso.

São velozes, dotados de boa visão e audição, além do seu bico grosso, cônico e sua coloração que varia entre as subespécies, na qual as de maior destaque são:

  • bicudinho-belenzinho (Oryzoborus crassirostris),
  • bicudo-verdadeiro (Oryzoborus m. maximiliani),
  • bicudo-pantaneiro (Oryzoborus m. gigantirostris),
  • bicudo-do-bico-preto (Oryzoborus m. atrirostris)
  • bicudo-pantaneiro-grandão (Oryzoborus m. magnirostris)
  • bicudo-verdadeiro (Oryzoborus m. maximiliani)
  • bicudo-pantaneiro (Oryzoborus m. gigantirostris)
  • bicudo-do-bico-preto (Oryzoborus m. atrirostris)
  • bicudo-pantaneiro-grandão (Oryzoborus m. magnirostris).

Alimentação

Na natureza, por viverem em regiões vastas de grande quantidade de água e capim, os bicudos se alimentam de sementes de capim-navalha (tiririca).

Devido ao uso de agrotóxicos nas plantações de arroz, que é um dos seus alimentos favoritos, à sua caça predatória e o tráfico ilegal da espécie, atualmente os bicudos encontram-se ameaçados de extinção e são comercializados apenas aos criadores que estão legalmente registrados pelo IBAMA.

Portanto, o não cumprimento da lei é considerado crime ambiental inafiançável.

Ração Alcon Club Top Life para Pássaros

na Agroverde SR por: R$ 15,90

Em cativeiro, é preciso ter uma atenção especial para sua alimentação.

É importante que o criador ofereça ração de boa qualidade (como a Alcon Club Curió, Alcon Eco Club Curió), mistura de sementes, areia fina, carvão vegetal e sedimento calcário que agem para facilitar a digestão das sementes.

Em períodos como: muda de penas, estresse, recuperação da saúde e reprodução, as necessidades proteicas e lipídicas tendem a aumentar, assim, torna-se essencial à complementação da dieta de manutenção.

Recomenda-se o uso diário de farinhada de insetos ou conchas de ostra e a ração Alcon Club Top Life, extremamente importante para os filhotes.

Reprodução

O período reprodutivo acontece entre a Primavera e Verão e os machos atingem a maturidade sexual entre os 12 aos 18 meses, já as fêmeas dos 8 aos 12 meses.

Para a reprodução em cativeiro, recomenda-se que o macho e a fêmea fiquem em gaiolas separadas por uma barreira visual feita de compensado ou papelão (técnica idealizada pelo criador Marcílio Picinini de Matias Barbosa/MG), sem ser ver, apenas se ouvindo.

A fêmea é quem indicará o momento certo do acasalamento: ela vai ao ninho constantemente, se move muito e aumenta o consumo de água.

Para que a fêmea fique estimulada para preparar o seu ninho, é importante colocar capim e fibras de sisal, que ela carregará para dar os indícios do acasalamento.

O sinal de que a fêmea está preparada para o acasalamento é quando ela começa a abaixar ao ver o macho.

No entanto, esse é o momento de uni-los em uma única gaiola.

Terminada a relação, o macho deve, por sua vez, retornar a sua própria gaiola, mantendo a barreira visual. Duas cópulas são suficientes para fertilizar todos os ovos.

Então, a fêmea coloca dois ovos em média e os choca por cerca de 18 dias.

Após o 20º dia do nascimento os filhotes já estão prontos para deixar o ninho, porém ainda serão alimentados pelos pais até a fêmea começar a aninhar, ou seja, por volta do 45º dia, época em que realizam a primeira troca de plumagem.

Hábitos

É um pássaro territorialista, nômade e demanda de uma área grande e várzea para apenas 4 ou 5 casais.

Ainda que domine um determinado espaço, não permite a presença de outros pássaros e procriam pouco na natureza.

Gaiolas e ninhos

Um único exemplar do bicudo pode ser mantido em gaiolas de 120 cm de comprimento, 60 cm de altura e 40 cm de largura, para que fique confortável.

Gaiolas de 250 x 60 x 60 cm comportam, no máximo, cinco Bicudos para que não haja brigas.

É indicada a utilização de ninhos tipo cestos, semelhantes aos de canários, ou feitos com casca de coco seca devendo ter 7,0 cm de diâmetro e 4,5 cm de profundidade.

Ninho Corda Mr.Pet Pássaros

no Petz por:   R$ 8,99

Cuidados com o Bicudo

É importante limpar diariamente a gaiola, bem como os recipientes de água filtrada e comida, essenciais para a prevenção de doenças.

Além disso, acrescenta-se também um recipiente para que possam eventualmente se banhar, importante para o período do choco, assim garante a umidade dos ovos.

Canto do Bicudo

Os bicudos são exímios cantores, possuem um tom melodioso, flauteado e poderoso em notas, sendo capazes de atingir 20 notas no seu canto em uma frase musical.

Ao cantar, eles tomam uma postura ereta, empinam o peito e abaixam suas caldas, reforçando sua bravura e disposição para defender seu território.

Campeonatos

No Brasil, existem minitorneios, torneios regionais e campeonatos de pássaros, podendo ser regionais, estaduais e nacionais, contando com a participação de centenas de competidores, que reúnem multidões desde criadores, roleiros, passarinheiros, lojistas, colecionadores e curiosos, em disputas que se dividem em duas grandes vertentes: FIBRA e CANTO.

Os bicudos se destacam na modalidade de canto, no qual são avaliados o canto de cada pássaro.

Para isso, existe um regulamento com as notas que cada pássaro precisa emitir e os juízes julgam segundo por segundo que foi cantado. Não importa quem mais cantou.

O importante é cantar corretamente. Esta modalidade geralmente atrai menos participantes que os torneios de fibra, mas engana-se quem pensa que é mais fácil ganhar.

A competição é muito acirrada e treinar um pássaro para cantar as notas conforme manda o regulamento é uma arte.

Dentro dessa modalidade, competem em diversos tipos de torneio: ALTA MOGIANA, GOIANO, FLAUTA e PEITO DE AÇO.

A vertente de Peito de Aço, por exemplo, é uma competição do pássaro que canta por mais tempo. Mas para se ter um pássaro de canto, existem diversas dificuldades que podem prejudica-lo.

Vão desde a vizinhança, pois se existirem outros pássaros por perto o trabalho pode ser perdido, até às visitas que podemos receber em nossa casa.

Dessa forma, um criador de bicudo de canto não deve convidar um criador de fibra para levar seus pássaros a uma disputa em sua casa.


O que achou do conteúdo?

100%
100%
Excelente
  • Conteúdo
    10
  • Pontuação do Usuário (1 Votos)
    9.4

O que achou da postagem? Deixe seu comentário.

Compartilhar.

Sobre o autor

O 1º Portal para criadores e apaixonados por pássaros.

Comentários estão fechados.